sexta-feira, março 31, 2006

Destruir ou preservar?


Há dias de manhã, quando seguia para o meu local de trabalho, ouvi um locutor da rádio referir que um conhecido geógrafo português dizia que a paisagem portuguesa estava cada vez mais descaracterizada e feia e o nosso país cada vez mais pobre.
Concordo plenamente e não é necessário viajar para muito longe, para nos apercebermos de que realmente é verdade!
Basta para isso fazermos um passeio até à base do monte da Senhora do Castelo (Mangualde), para verificarmos o atentado ao património ambiental que aí foi feito.
Num lugar outrora verdejante e belo ,está agora um descampado sem estética e sem utilidade quase nenhuma, a que deram o nome pomposo de Parque Multiusos!
A serra de S.António dos Cabaços, está a ser transformada num parque industrial, em vez de ser preservada e reflorestada.
O alcatrão e o cimento estão a invadir e a destruir terrenos agrícolas e nascentes de água, bens preciosos que a Mãe Natureza nos ofereceu e que os nossos antepassados tão bem souberam preservar e explorar! Bens que decerto, num futuro muito próximo, nos irão fazer imensa falta!
É este o progresso que queremos? Não estamos a comprometer a sobrevivência das gerações que nos precederem?
Não é a terra, o verdadeiro ouro negro e a água a fonte da vida?
Será que estas cabeças "iluminadas", não entendem que estes recursos naturais são indispensáveis e se devem preservar a todo o custo?
Como dizia a minha querida avó, pessoa inteligentíssima, apesar de não saber ler e escrever: "Depois de cavalo morto, cevada no rabo."

1 Comments:

Blogger cbtic said...

Bom blog. Mas temos de actualizar com mais trabalhos.
Fernando

3:31 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home